quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

A ABSMSE DESEJA A TODOS UM FELIZ 2010 DE MUITA FELICIDADE, REALIZAÇÕES, PAZ, SAÚDE, AMOR E ACIMA DE TUDO DE LUTA EM PROL DA CLASSE.

gifs e imagens

NESTE SÁBADO NO PROGRAMA FALA SEGURANÇA CONFIRA A PALAVRA DE FÉ E ESPERANÇA PARA 2010.

Neste sábado, dia 02, o primeiro Programa Fala Segurança do ano, terá a presença dos Capelães Católico e Evangélico da Polícia Militar, Padre Juarez e Pastor Amim respectivamente, que levarão para aos militares e demais ouvintes uma palavra de fé, paz e esperança para 2010.

CUIDADO COM AS PESSOAS FALSAS, POIS NEM SEMPRE PARECEM O QUE REALMENTE SÃO.

"A bajulação é a moeda falsa que só circula por causa da vaidade humana." (Duque de La Rochefoucauld)

ATENÇÃO MILITARES PLOTEM GRATUITAMENTE SEUS CARROS COM A CAMPANHA PARA 2010 EM PROL DA CLASSE MILITAR.

Militares sergipanos, participem da campanha da ABSMSE para 2010 em prol da classe militar, onde defenderemos uma carga horária que até agora não foi implementada por parte do Governo e nível superior para ingresso na corporação, plotando gratuitamente seu carro. Para tanto, se dirija até a VIP DESIGN, situada na Rua Porto da Folha, nº 664, Bairro Cirurgia, em Aracaju/SE e procure Jaimes Santos que seu carro será plotado com a frase abaixo, GRATUITAMENTE.

ABSMSE, ESSA SIM, LUTA PELA CLASSE MILITAR!





quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

OS GUERREIROS DA ABSMSE ESTÃO SEMPRE NA LUTA EM DEFESA DA CLASSE MILITAR.


ATENTADO CONTRA CONSELHEIRO TUTELAR DA BARRA DOS COQUEIROS É ESCLARECIDO.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) apresentou hoje, dia 29, o resultado das investigações sobre o atentado sofrido pelo presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente do Município da Barra dos Coqueiros, Marcos Antônio Cabral. A apuração apontou que a motivação para a destruição do bar da vítima não estava relacionado à atividade profissional do conselheiro e, sim, a sua movimentação financeira.

Desde o dia 13 de setembro uma série de atos levou o conselheiro a afirmar que os atentados estavam relacionados às denúncias contra a falta de estrutura do Conselho, transporte clandestino de crianças, falta de merenda escolar em todas as escolas do município e a situação de Abuso e Exploração Sexual Infanto-juvenil na Barra. No entanto, segundo o delegado de Barra dos Coqueiros, Werner Azevedo, Jonantan da Silva, o ‘Lan’, é apontado como um dos envolvidos no crime. Ele é ex-funcionário do Bar de Marcos e sabia que o conselheiro tinha boa movimentação financeira. Lan continua foragido.

Um adolescente, que tem envolvimento no crime, foi apreendido no dia 16 de dezembro no Fórum da cidade de Barra dos Coqueiros, quando se preparava para participar de uma audiência sobre outro procedimento. O jovem estava com o celular da vítima e participou ativamente do incêndio do bar. Oito dias depois, no dia 24, véspera de Natal, foi preso em um posto de combustíveis do bairro 13 de Julho, Douglas Cabral Duque.

De acordo com o delegado, Douglas é sobrinho da vítima e também estava foragido da 3ª Delegacia Metropolitana desde agosto de 2008 de onde estava custodiado à disposição da 3ª Vara Criminal. Continuam foragidos Luiz Henrique dos Santos Costa, mais conhecido por Henrique, e Welington da Silva, vulgo ‘Uel’.

Werner descartou que haja envolvimento de policiais civis e militares no crime. O delegado destacou que um dos policiais civis suspeitos mora a 50 metros da casa da vítima e nada tem a ver com os atentados. Em relação aos policiais militares que teriam prendido Marcos anteriormente, as investigações não apontam indícios da participação deles.

Audiência - No dia 27 de novembro deste ano, o secretário da Segurança Pública, João Eloy de Menezes, determinou empenho nas investigações sobre o suposto atentado contra o líder do conselho de Defesa da Criança e Adolescente do município da Barra dos Coqueiros. João Eloy esteve reunido com a superintendente em exercício da Polícia Civil, delegada Katarina Feitoza; o comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar, coronel Robson Ornelas; a deputada Ana Lúcia e a presidenta do Fórum Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, Lídia Rêgo.

Na reunião, ficou firmado um Termo de Ajustamento de Conduta, subscrito pelos policiais e pela vítima, figurando os demais presentes na qualidade de testemunhas. O termo esteve baseado em cinco exigências de comportamento das partes, cujo objetivo é manter o caso sob controle e fortalecer o respeito à dignidade da pessoa humana, garantir a integridade física e moral da liderança da Barra dos Coqueiros, e a submissão severa aos rigores da lei, na hipótese de descumprimento das normas de conduta estipuladas.

O secretário ainda frisou que todas as decisões foram tomadas sem prejuízo do normal e rigoroso andamento dos procedimentos que já estão sendo tocados pelas Corregedorias, tanto da Polícia Civil, quanto da Polícia Militar, além do inquérito policial já instaurado no âmbito da Delegacia da Barra dos Coqueiros e acompanhado pela Coordenadoria das Delegacias da Capital (Copcal).

Outra decisão importante por parte da SSP foi a garantia de acompanhamento permanente por policiais civis.

Fonte: SSP/SE

Nota: A ABSMSE está feliz com a elucidação do crime, mas por outro lado triste porque os companheiros militares sofreram uma forte pressão psicológica durante o início das investigações, visto que estavam sendo acusados do atentado contra o conselheiro tutelar, tendo os mesmos que assinarem um termo de ajustamento de conduta sem nada terem feito, como está mais do que provado agora, bem como, inexplicavelmente foram transferidos dos seus locais de trabalho onde estavam anteriormente lotados, tendo um deles sido transferido para Canindé do São Francisco. A ABSMSE já manteve contado com os militares que foram injustamente acusados deste crime, sendo ambos sócios desta Entidade, e tão logo a Justiça volte do recesso, a Caixa Beneficente estará ajuizando as ações cível e penal para responsabilizar quem de direito por todos os danos morais causados aos companheiros militares.

É COM ESSA DESIGUALDAE QUE A SSP VEM TRATANDO OS MILITARES SERGIPANOS.

GOVERNADORA DO MARANHÃO REDUZ PELA METADE TEMPO PARA PROMOÇÃO DE PMs.

A governadora Roseana Sarney assinou o decreto nº 26.189, nesta terça-feira (22), reduzindo o interstício dos policiais militares. A decisão beneficia cerca de 1.500 PMs, englobando soldados, cabos e sargentos. Com a medida, o tempo de serviço necessário para a promoção e para a estabilidade na função cai pela metade, a exemplo do posto de soldado que era de 10 anos e foi reduzido para 5 anos.

- É um marco histórico, pois nunca foi tomada uma decisão com essas proporções em benefício da corporação - festejou o comandante-geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Franklin Pacheco.

No caso da promoção da graduação de cabo para 3º Sargento, o período foi reduzido de 6 anos para 3 anos. O mesmo tempo vale de 3º Sargento para 2º Sargento. Já no caso de promoção de 2º Sargento para 1º Sargento e desta função para Subtenente a abreviação foi de 4 anos para 2 anos.

De acordo com o coronel Franklin Pacheco, os reflexos da decisão do governo serão sentidos nas ruas pela população. “São muitos os aspectos positivos que envolvem uma medida como esta. O policial terá maior motivação para o trabalho e isso repercute na comunidade. Por isso, a decisão da governadora de assinar o decreto”, declarou.

A medida atende a um antigo anseio dos policiais militares e é resultante de uma proposta encaminhada à governadora pelo comandante-geral da PM e que foi defendida pelo secretário de Segurança, Raimundo Cutrim. “O esforço diário dos policiais do Maranhão está sendo reconhecido com essa decisão do governo”, ressaltou Franklin Pacheco.

QUADRO

GRADUAÇÃO
COMO ERA COMO FICA
Soldado p/ Cabo 10 anos 5 anos
Cabo p/ 3º Sarge 6 anos 3 anos
3º Sarg. p/ 2º Sarg 6 anos 3 anos
2º Sarg. p/ 1º Sarg.4 anos 2 anos
1º Sarg. p/ Sub-tenente 4 anos 2 anos

Fonte: blog da Renata

NOTA: Emquanto isso nada de promoção na PMSE. Lamentável!

CONCURSO PARA A POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS OFERECE 1.040 VAGAS.

O Centro de Recrutamento e Seleção da Polícia Militar de Minas Gerais torna pública a reabertura das inscrições para a realização do Concurso Público destinado a selecionar candidatos para o Curso Técnico em Segurança Pública.

As inscrições serão feitas via Internet, através do endereço eletrônico do CRS: www.pmmg.mg.gov.br/crs, no período de 4 a 21 de janeiro de 2010.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 50,00.

As provas de conhecimentos serão aplicadas no dia 7 de março de 2010, com início previsto para as 8 horas.

O concurso da Polícia Militar de Minas Gerais terá a validade de 60 (sessenta) dias, contados a partir da data de matrícula no curso.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ DENUNCIA 14 PESSOAS PELO TUMULTO OCORRIDO NO ESTÁDIO COUTO PEREIRA.



O Ministério Público do Paraná protocolou na noite do último dia 21, denúncia criminal contra 14 pessoas que participaram do tumulto no estádio Couto Pereira, após o jogo entre o Coritiba e o Fluminense, no dia 6, pelo Campeonato Brasileiro.

Todos foram denunciados por lesão corporal de natureza grave, seis por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil e nove por invasão do campo e lesão corporal de natureza leve. Os cinco que responderão por lesão grave também deverão ser submetidos a transação penal perante o Juizado Especial Criminal, pela invasão do campo.

O MP-PR pediu ainda a prisão preventiva dos seis acusados pela tentativa de homicídio qualificado, que foi decretada ontem (22) pela Justiça.

Outros torcedores, que não participaram da invasão, continuarão sendo investigados pelo COPE por formação de quadrilha e porte ilegal de arma. Fotos obtidas no computador pessoal de um deles mostravam-no com amigos segurando armas de diversos calibres. Outra investigação que deve continuar envolve um torcedor acusado de tráfico de entorpecentes. Com ele foi apreendido quase meio quilo de maconha.

O MP-PR aguarda ainda laudos do Instituto de Criminalística e a coleta de outros depoimentos para verificar se a propositura de nova ação penal pelos crimes de dano qualificado é de atribuição da Instituição ou das próprias vítimas.

Outras pessoas - Ainda deverá ser ofertada transação penal a outras seis pessoas que não constam na denúncia protocolada ontem, cinco acusadas apenas pela invasão, e uma pela contravenção penal de “vias de fato”. Outra pessoa deverá responder por porte de entorpecentes para uso próprio. Quatro adolescentes que invadiram o campo responderão perante a Vara da Infância e Juventude pelo ato infracional praticado.

Outras oito pessoas já haviam sido submetidas a transação penal perante o Juizado, ficando proibidas de assistir aos jogos dos três times da capital por períodos que variam entre quatro meses e um ano, devendo, no momento dos jogos, apresentar-se ao Comando de Policiamento da Capital pelo menos uma hora antes de cada partida e ali permanecer até uma hora após o evento esportivo. Um outro torcedor compareceu ao Juizado, mas não aceitou a transação penal, motivo pelo qual deverá ser oferecida denúncia contra ele. Ainda outra pessoa que deveria ter comparecido à audiência no Juizado, não se apresentou na data marcada, devendo ser designada nova data.

Trâmite – A denúncia do MP-PR ingressou no plantão criminal e foi encaminhada ao Distribuidor Criminal, de onde deverá ser distribuída a uma das Varas do Tribunal do Júri da Capital (uma vez que, entre os crimes denunciados, está tentativa de homicídio, que é de atribuição do Júri).

No total, até agora, as investigações resultaram na identificação e encaminhamento para responsabilização criminal de 33 pessoas. As apurações policiais prosseguem, com o acompanhamento do Ministério Público, para identificar outros envolvidos e outros delitos que aguardam laudos e depoimentos.

Quem são os 14 denunciados e quais são os crimes e infrações pelos quais deverão responder na Justiça:

1- Adriano Sutil de Oliveira (Vulgo “Adrianinho”): tentativa de homicídio qualificado; lesão corporal de natureza grave; lesão corporal de natureza leve; invasão de campo (Estatuto do Torcedor)
2- Alexandre Henrique Ramos (Vulgo “Sangue”): lesão corporal de natureza grave; lesão corporal de natureza leve; invasão de campo (Estatuto do Torcedor)
3- Allan Garcia Barbosa: tentativa de homicídio qualificado; lesão corporal de natureza grave; lesão corporal de natureza leve; invasão de campo (Estatuto do Torcedor)
4- Carlos Eduardo Koerting (Vulgo “Canibal”): lesão corporal de natureza grave; além de encaminhamento para transação penal por invasão ao campo
5- Eder Luiz Gonçalves: lesão corporal de natureza grave; lesão corporal de natureza leve; invasão de campo (Estatuto do Torcedor)
6- Geison Lourenço Moreira de Lima: lesão corporal de natureza grave; além de encaminhamento para transação penal por invasão ao campo
7- Gilson da Silva (Vulgo “Neguinho”): tentativa de homicídio qualificado; lesão corporal de natureza grave; lesão corporal de natureza leve; invasão de campo (Estatuto do Torcedor)
8- Guilherme César Zdroyeski Muller: lesão corporal de natureza grave; além de encaminhamento para transação penal por invasão ao campo
9- Leonardo de Oliveira Rocha (Vulgo “Leco”): lesão corporal de natureza grave; além de encaminhamento para transação penal por invasão ao campo
10- Marcelo Barbosa (Vulgo “Marcelinho”): lesão corporal de natureza grave; lesão corporal de natureza leve; invasão de campo (Estatuto do Torcedor)
11- Raphael Alexandre Passos (Vulgo “Rap”): lesão corporal de natureza grave; além de encaminhamento para transação penal por invasão ao campo
12- Reimackler Alan Graboski: tentativa de homicídio qualificado; lesão corporal de natureza grave; lesão corporal de natureza leve; invasão de campo (Estatuto do Torcedor)
13- Renato Marcos Moreira: tentativa de homicídio qualificado; lesão corporal de natureza grave; lesão corporal de natureza leve; invasão de campo (Estatuto do Torcedor)
14- Sidnei César de Lima: tentativa de homicídio qualificado; lesão corporal de natureza grave; lesão corporal de natureza leve; invasão de campo (Estatuto do Torcedor)

O MP-PR propôs ainda o encaminhamento para transação penal, por invasão de campo, de:

1) Claudinei Aparecido Rodrigues dos Santos;
2) Leanderson Augusto Padilha Bernardes da Silveira;
3) Rafael Koerting;
4) Ivan Roberson Wolanski de Castro;
5) Guilherme Lessak Fullgraf.
(além de Carlos Eduardo, Geison, Guilherme, Leonardo e Raphael, que já constam na denúncia também por lesão corporal grave)

O encaminhamento para transação penal, por vias de fatos, de:

1) Oswaldo Fernando Dietrich

O encaminhamento para transação penal, por posse de entorpecentes para uso próprio de:

1) Luis Paulo Correia Dias
(em cuja residência foram encontrados 14 gramas de maconha)

O MP-PR também requereu que fosse providenciada cópia integral dos autos para remessa à Vara da Infância e Juventude, a fim de que se tomem as providências em relação aos atos infracionais cometidos por quatro adolescentes identificados na invasão do gramado.

Além de todos esses citados, dez pessoas que não invadiram o campo mas cometeram delitos durante o jogo já foram chamadas pelo Juizado Especial Criminal para serem submetidas à transação penal. Oito concordaram com a transação e estão proibidas de assistir aos jogos dos três times da capital por períodos que variam entre quatro meses e um ano, devendo, no momento dos jogos, apresentar-se ao Comando de Policiamento da Capital pelo menos uma hora antes de cada partida e ali permanecer até uma hora após o evento esportivo. Um torcedor compareceu ao Juizado, mas não aceitou a transação penal, motivo pelo qual deverá ser oferecida denúncia contra ele. Ainda outra pessoa que deveria ter comparecido à audiência no Juizado, não se apresentou na data marcada, devendo ser designada nova data.

Fonte: MP/PR

ENQUETE REALIZADA MOSTRA QUE 96% DOS VOTANTES SÃO CONTRA A TRANCA PARA OS MILITARES QUE SÃO SEGREGADOS NO PRESMIL.

A ABSMSE realizou enquete neste blog querendo saber a opinião do internauta acerca do militar que é segregado no Presídio Militar ter que ir para a "tranca", quando adentra àquela unidade prisional.

96% dos votantes se manifestaram contrário a que o militar, ao ser preso no PRESMIL, tenha que passar primeiro um período na "tranca", reconhecendo que a mesma só deveria ser usada para quem cometer uma indisciplina dentro da unidade, fato que não está ocorrendo atualmente, onde os miltares que lá chegam, são imediatamente colocados na "tranca" sem direito de visitas e de contato com outros internos.

PROFESSORES DÃO NOTA 4,5 AO GOVERNO MARCELO DÉDA.

Os 4,6 dados pelos professores à gestão de Marcelo Déda em seu terceiro ano de gestão ainda não permitiram que ele “passasse de ano” com relação a forma como seu governo encara a Educação. Mesmo a nota sendo maior que a dos anos anteriores (3,4 em 2007 e 3,6 em 2008) a média ainda está abaixo de cinco.

Nas redes municipais, a maior nota foi dada pelos professores de Carmópolis a gestão da prefeita Esmeralda Cruz, com 7,4. A menor nota foi para o prefeito de Itabi, Rubem Feitosa Melo, com 0,3.

Na avaliação do sindicato a média baixa do governo estadual se deve a vários fatores. A não implantação da Gestão Democrática é um dos fatores que mais influenciaram no voto dos professores, a própria construção do processo de implementação do piso salarial, que foi muito tenso, também contribuiu. A falta de reforma das escolas foi outro ponto que pesou desfavoravelmente na votação.

“Apesar da dificuldade para a implantação o fato do piso salarial já estar em vigor na rede estadual foi predominante para o aumento da nota para o governo estadual, mas a gestão da Secretaria da Educação ainda está muito longe de proporcionar uma educação pública de qualidade”, disse Joel Almeida, presidente do SINTESE.

Fonte: Sintese

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

NOSSA SELEÇÃO CAMPEÃ.

REPRESENTANTES DAS ASSOCIAÇÕES MILITARES GARANTEM UNIDAS "UNIDA".

Mas sargento Jorge Vieira diz que capitão Samuel falta com a verdade e que estranhamente adoeceu durante movimento ‘Tolerância Zero’

A coisa desandou de vez dentro da Associações Unidas da Polícia Militar. Os representantes da Associação dos Oficiais Militares de Sergipe – Assomise –, Associação de Praças e Soldados de Sergipe – Asprase –, Associação de Assistência aos Militares – AAM –, e a Associação de Subtenentes e Sargentos reagiram estranhamente à matéria que saiu na edição 1392 intitulada ‘Associações militares fogem da briga e Caixa luta sozinha’.

O capitão Samuel Alves Barreto, representante da Assomise, disse que a questão política vem atrapalhando o relacionamento dentro da tropa e pode sim atrapalhar o futuro candidato militar a deputado estadual. “Sobre política são coisas como essa que estão desunindo, a Unidas não está preocupada com política partidária. Isso deve acontecer lá pra maio”, garante Samuel. O capitão foi mais longe e criticou o modo como algumas campanhas dos militares são conduzidas.

“Não adianta ninguém se intitular, o bom, o Deus, o carregador de piano, querer ser o pai da criança sozinho. Essa criança tem vários pais”, afirmou o capitão Samuel se referindo ao movimento dos militares. Ele aproveitou e deu conselhos aos gestores da Caixa Beneficente. “Eles devem por a mão na consciência, refletir, conversar com seus associados e perceber o que eles querem e não impor à tropa o que eles pensam. Devem ouvir mais e falar menos”, diz o capitão.

DIVERGÊNCIA

Para que toda essa confusão entre a Caixa Beneficente e as demais associações tenha começado deve ter existido pelo menos um ponto de divergência. “Alguns políticos não engoliram o movimento Tolerância Zero. Então eles vão pegar os líderes que têm uma cabeça um tanto quanto mais fraca e vão utilizar deles pra destruir”, pensa Samuel, já falando de política.

Sobre sua candidatura a deputado em 2010, ele diz que não lançou campanha. “Quem lançou foram os sargentos Vieira e Edgar em todos os quartéis, não foi Samuel”, lembra. O sargento Alexandre Prado, presidente da Associação de Subtenentes e Sargentos, disse que quando a Caixa Beneficente realiza algum ato, não convida as demais instituições. “Não pode uma associação levantar uma bandeira sozinha e dizer que as outras são pelegas. Isso é maldade, isso é falta de compromisso com a classe, isso é rachar a tropa”, enfatiza Prado.

O sargento Anderson Araújo, presidente da Asprase, disse que foram os gestores da Caixa que levantaram a questão política. “Não vamos fazer suposições e nem joguetes, a classe vai perceber naturalmente a pessoa que mais agrega e que vai poder representá-la. Custamos tanto pra unir a polícia e não podemos colocar esse trabalho a perder por causa de desejos ocultos e obscuros”, afirma Araújo.

Para o sargento Edgar Menezes, diretor da Caixa Beneficente, alguns presidentes de associações agiram de maneira covarde. “O sargento Neyme e subtenente Heliomar, enquanto presidentes de associações, agiram de maneira covarde no momento crucial do movimento”, pondera Edgar.

SAMUEL MENTE

Já o sargento Jorge Vieira, gestor da Caixa Beneficente, desmente o capitão Samuel quando ele falou sobre o lançamento de sua candidatura a deputado estadual. “Samuel falta com a verdade. Ele que se lançou e todo mundo sabe disso. Discordamos de deixar a tropa fora da escolha”, explica Vieira. O sargento disse que o capitão Samuel não apoiou sua chapa na eleição da Caixa. “Ele se omitiu e colocou o grupo pra trabalhar contra a gente. Samuel é conhecido como homem que por onde passa levanta desconfiança”, afirma Vieira.

O sargento foi ainda mais longe e citou o nome de outros participantes do movimento ‘Tolerância Zero’ que fugiram da briga. “Neyme correu da luta, Heliomar foi uma negação, Araújo ficou pelos cantos e depois sumiu, Prado foi processado e só faltou morrer do coração, e Samuel estranhamente se internou durante as manifestações. Achei que era doença, mas anteriormente tivemos uma conversa e ele queria abrir do movimento e dissemos que não ia abrir”, lembra Vieira. “Não citamos os nomes dele na matéria, se eles convocaram essa entrevista é porque são réus confessos da covardia durante o movimento”, finaliza Edgar.

Fonte: Jornal Cinform

domingo, 27 de dezembro de 2009

OLHA OS PAPAIS NOÉIS AÍ GENTE! HÔ, HÔ, HÔ ...




CUIDADO COM AS PESSOAS FALSAS, POIS NEM SEMPRE PARECEM O QUE REALMENTE SÃO.

"Um amigo falso e maldoso é mais temível que um animal selvagem; o animal pode ferir seu corpo, mas um falso amigo irá ferir sua alma".

sábado, 26 de dezembro de 2009

TRANCA PARA POLICIAL MILITAR, POR QUÊ? PELO JEITO RETROCEDEMOS NO TEMPO.

O PROGRAMA FALA SEGURANÇA DE HOJE ABORDARÁ A QUESTÃO DA QUALIDADE DE VIDA DO MILITAR.

Neste sábado, dia 26, das 9 às 12 h, o último Programa Fala Segurança do ano estará entrevistando a consultora em qualidade de vida, saúde e bem estar, Ana Paula Silva, que abordará o tema: "qualidade de vida no trabalho militar".

Certamente será mais uma entrevista que contará com a participação de diversos ouvintes através do telefone 3234-3232, por se tratar de um assunto do interesse de todos. Liguem e participem fazendo perguntas a entrevistada, pois a ABSMSE faz este programa para a família militar sergipana.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

A ABSMSE DESEJA AOS MILITARES SERGIPANOS E EM ESPECIAL AOS SEUS ASSOCIADOS, UM FELIZ NATAL.

Ache essas e outras imagens no site Mensagens & Imagens
É Natal!

Um momento doce e cheio de significado para toda as nossas vidas.
É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que nos cerca.
É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações.
É tempo de festejar, no brinde da champanhe e no sorriso daqueles que amamos.
É sempre tempo de contemplar aquele Menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui.
Que este Natal traga raios de luz que iluminem o seu caminho e transforme o seu coração a cada dia.
Que lhe traga esperança e paz, e que você viva sempre com muita felicidade.

FELIZ NATAL, É O QUE DESEJA A ABSMSE (ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DOS SERVIDORES MILITARES DE SERGIPE).

BOLO E PROTESTO DE PMs.

Uma tarde de protesto diferente no centro comercial de Aracaju. Policiais Militares distribuiram bolo e reivindicaram atenção para a criação da Lei Orgânica Básica da Polícia Militar de Sergipe.

Assistam a reportagem exibida no Jornal do Estado 2ª edição da TV Atalaia, clicando no link abaixo:
http://www.atalaiaagora.com.br/galeria_video.php?v=3177

VIDA DE PM É DIFÍCIL.

O PAPAI NOEL DO GOVERNO NÃO FOI GENEROSO COM OS MILITARES SERGIPANOS.


quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

ABSMSE REALIZA ATO PÚBLICO NA PRAÇA FAUSTO CARDOSO NA MANHÃ DE HOJE.

16 anos sem promoção.

Um bolo de dezesseis metros chamou a atenção de todos que passaram hoje à tarde na Praça Fausto Cardoso.

Este foi o tema abordado hoje dia 23, num ato público realizado pela Associação Beneficente dos Servidores Militares de Sergipe – ABSMSE. Segundo o gestor da Associação, sargento Jorge Vieira, essa foi a forma de chamar a atenção da sociedade e das autoridades competentes em relação ao esquecimento das promoções dos praças em Sergipe. “Hoje a demora das promoções é uma questão que incomoda bastante a tropa”, diz Vieira.

Os 16 metros de bolo chamaram a atenção de todos que passaram na Praça Fausto Cardoso na tarde de hoje. As pessoas perguntavam se iriam distribuir o bolo e muitos esperaram pela hora dos “parabéns”, que na verdade teve sua letra criativamente transformada pelos gestores da Caixa, sendo na verdade uma reivindicação da categoria. O ritmo dos parabéns da Xuxa serviu para embalar o ato cujo refrão citava: eu quero, eu quero a minha promoção!

A imprensa registrou mais este ato público da Caixa Beneficente que sempre vem mostrando sua preocupação com os assuntos referentes à classe militar sergipana e a segurança pública como um todo, sendo cada vez mais respeitada por todos que acreditam no trabalho sério e determinado dessa entidade.

A Caixa Beneficente encerrou os atos de 2009 mostrando que a luta vai continuar e que por motivo algum deixará de questionar os direitos dos militares PMs e BMs sergipanos.

Confiram fotos do ato público abaixo:



















MILITARES PROTESTAM HOJE.

Nesta quarta-feira, 23, representantes da Associação Beneficente dos Servidores Militares de Sergipe realizam um ato público pacífico e ordeiro, na Praça Fausto Cardoso, a fim de expor à sociedade as supostas injustiças que a classe vem sofrendo por parte do Governo do Estado.

Entre os itens de perseguição estariam a falta de definição da carga horária dos militares, nível superior não implementado para o ingresso na Corporação e licenças que na maioria das vezes não são concedidas - principalmente pela falta de efetivo.

Fonte: Jornal da Cidade

POLICIAIS MILITARES DO ESTADO DO MATO GROSSO TÊM QUE RECORRER AO "FIADO" PARA SE ALIMENTAR DURANTE O TRABALHO.

Os servidores militares em Mato Grosso, para não ficar sem alimentação, durante o trabalho, são obrigados a adquirir gêneros de mercados locais e marmitarias na modalidade “fiado”. Motivo: a Secretaria de Justiça e Segurança Pública deixou de disponibilizar valores mensais para adquirir alimentação. A denuncia consta do relatório de uma auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE), realizada sobre o Fundo Estadual de Segurança Pública, o FESP, cujos gastos o Ministério Público pediu que fossem reprovados pelos conselheiros.

Fonte: blog da Renata

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

NÃO DESVIAREMOS DO NOSSO RUMO.

ABSMSE REALIZA ATO PÚBLICO NESTE DIA 23.

No próximo dia 23, quarta-feira,às 14 h, a ABSMSE estará realizando um ato público pacífico e ordeiro, na Praça Fausto Cardoso, onde os militares mostrarão para a sociedade as injustiças que vêm sofrendo por parte do Governo do Estado, como carga horária que ainda não foi definida, nível superior não implementado para o ingresso na Corporação, licenças que na maioria das vezes não são concedidas, pricipalmente pela falta de efetivo. Aproveitamos a oportunidade para convidar todos os militares da ativa que estiverem de folga e reformados, para comparecerem ao ato público, desarmados e sem farda. Lembrem-se que o que conquistamos até o momento foi com nossa luta e dedicação. Contamos com a sua presença.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

ENQUANTO ISSO EM UMA REPARTIÇÃO ...

PEC ISENTA PMs E BOMBEIROS INATIVOS DE IMPOSTO DE RENDA, BEM COMO AS PENSÕES MILITARES.

Tramita na Câmara a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 413/09, do deputado Marcelo Itagiba (PSDB-RJ), que estabelece a imunidade dos proventos dos militares inativos e das pensões militares ao Imposto de Renda. A medida, se aprovada, também valerá para os integrantes das Forças Auxiliares do Exército, ou seja, as polícias militares e os corpos de bombeiros militares.

Ao defender a proposta, Itagiba lembra que as atividades militares têm peculiaridades e, por isso, devem ser encaradas de forma diferente. "Dentre outras peculiaridades, há uma que coloca o militar em grande desvantagem em relação aos civis: a perda do direito à moradia pelo militar da ativa quando é levado à reserva. A imunidade dos proventos de inatividade ao Imposto de Renda seria uma forma de compensar a redução remuneratória após toda uma vida de dedicação à Pátria", afirma o deputado.

A PEC terá sua admissibilidade analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Se aprovada na CCJ, será examinada por uma comissão especial e, posteriormente, votada em dois turnos pelo Plenário.

Fonte: Agência Câmara

MILITARES REALIZAM MAIS UM ATO DE PROTESTO.

Na próxima quarta-feira, 23, às 14 h, a Associação Beneficente dos Servidores Militares de Sergipe realiza um ato público pacífico e ordeiro, na Praça Fausto Cardoso, para expor à sociedade a situação da categoria.

Para os gestores da Associação, os militares vêm sendo alvos de injustiças que por parte do Governo do Estado, como carga horária que ainda não foi definida, nível superior não implementado para o ingresso na Corporação e licenças que na maioria das vezes não são concedidas, principalmente pela falta de efetivo.

Todos os militares da ativa que estiverem de folga e reformados, estão sendo convidados para comparecer ao ato, desarmados e sem farda.

Na festa de confraternização de Natal da classe, realizada na última sexta-feira, 18, no Parque Augusto Franco (Sementeira), gestores da Associação não prestigiaram o evento sob protesto da difícil situação dos militares.

Plotagem

Uma campanha da Associação Militar para 2010 em prol da classe está sendo realizada. Os veículos dos militares estão sendo plotados gratuitamente com frases de ordem, a fim de defender a implementação da carga horária que até agora não foi adotada.

Para tanto, é necessário que o militar se dirija até a Vip Design, situada à Rua Porto da Folha, nº 664, Bairro Cirurgia, em Aracaju/SE e procurar Jaimes Santos para que o carro seja plotado gratuitamente.

Fonte: Jornal da Cidade

DEPUTADO MENDONÇA PRADO CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE A PEC 300 E A EMENDA QUE APRESENTOU PARA A CONSTRUÇÃO DO STAND DE TIROS DA PMSE.

O Deputado Federal Mendonça Prado foi entrevistado na manhã de hoje no Programa Bom Dia Sergipe, onde falou sobre sua atuação parlamentar ao longo deste ano, falando principalmente sobre a PEC 300 e a emenda que apresentou ao orçamento da União para a construção do stand de tiros da Polícia Militar do Estado de Sergipe, cuja idéia surgiu em uma reunião que o parlamentar teve com os Gestores e Diretores da ABSMSE.

Confira a matéria clicando no link abaixo:
http://emsergipe.globo.com/multimidia/?id=33875