domingo, 13 de março de 2011

ALUNOS RECLAMAM DA FALTA DE SEGURANÇA DA RUA DOS ESTUDANTES.

Na Rua dos Estudantes, localizada no bairro Getúlio Vargas, se concentram as escolas estaduais 17 de Outubro, John Kennedy e o Centro de Referência de Educação de Jovens e Adultos - Severino Uchoa. Um ambiente onde deve ser apenas de aprendizado se tornou um local de medo.

Uma professora que leciona na Escola Severino Uchoa e não quis ser identificada, revelou que o ano letivo iniciou no dia 14 de fevereiro e um aluno já foi assaltado naquelas imediações. Ela contou que a pouca iluminação e as algumas árvores plantadas próximo ao colégio facilitam a atuação dos assaltantes. “Nós já pedimos para tirar as árvores, pois nelas os bandidos ficam escondidos ou até mesmo ficam de bicicleta ou a pé se passando por alunos. E quando estes se aproximam eles anunciam o assalto”, descreveu a educadora.

Ela informou ainda que os alunos reclamam da falta de segurança, principalmente no retorno para casa onde precisam pegar os ônibus na Avenida Augusto Franco ou na Rua Laranjeiras. “Eles pedem para sair antes de acabar a aula porque às 22h30 as ruas ficam ainda mais esquisitas”, disse a professora ao lembrar que uma aluna, com medo dos constantes assaltos não leva nada de valor para escola a não ser o caderno e a caneta. “Ao sair do colégio um homem foi atrás dela (aluna), como ela disse que não tinha nada, saiu correndo com medo dele a agredir, já que ela não portava nenhum objeto de valor. Por sorte não aconteceu nada, porque passaram alguns alunos o que deve ter intimidado o homem”, revelou.

Questionado sobre o policiamento ostensivo, o tenente coronel Pontual do 8º Batalhão da 1ª Companhia da Polícia Militar indicou que diariamente duas viaturas policiais realizam rondas no local. No entanto, a estudante Benedita Rodrigues discordou ao afirmar que já foi assaltada por três vezes e que até o momento não presenciou nenhum patrulhamento na área. “Eu estudo no período da noite e fui assaltada três vezes. Uma vez cheguei a ser espancada por um jovem que colocou uma faca ‘peixeira’ em mim e levou meu celular. Eu fiquei tão nervosa que não tive condições de assistir às aulas. Infelizmente, aqui não tem policiamento. Em 2009, tinha uma viatura que ficava até o término das aulas, mas depois se evadiram daqui. Não há mais ronda policial”, reclamou dona Benedita, que estuda na escola 17 de Outubro.

Uma das diretoras da escola que não quis ser identificada salientou que este ano a Secretaria de Segurança Pública – SSP- implantou o projeto Ronda Escolar. “Esse projeto começou este ano e o objetivo é proteger os alunos, já que as rondas são diárias”, disse a diretora, acrescentando que concorda com as reivindicações dos estudantes. “Concordo que deve ter mais policiamento. Como em todo lugar é preciso reforço. A gente quer olhar o outro lado da rua e perceber que tem um policial nos protegendo”, salientou.

Em relação à segurança interna do colégio, a equipe de reportagem do Cinform Online observou que não havia vigia noturno, mas a diretora garantiu que a segurança é diária. “Nós temos funcionários concursados. Mas o vigia noturno precisou se ausentar porque faz faculdade à noite. Então, ele se tornou um vigia ‘folgista’, que tira as folgas dos demais. Em seu lugar a Secretaria de Educação já está providenciando outro funcionário”, reforçou a diretora.

Secretaria de Educação

O assessor de comunicação da Secretaria de Estado da Educação – SEED- Givaldo Ricardo informou que “cada colégio tem seu quadro de vigilantes que são concursados e atuam 24 horas. Eles são responsáveis apenas pela segurança do patrimônio das escolas. O que diz respeito à área externa das instituições cabe a Polícia Militar fazer a segurança”. Mas o assessor reforçou que as escolas contam com o apoio da PM que além das rondas diárias, autuam nocaso de alguma ocorrência. “Qualquer ocorrência nós contamos com o apoio da PM que nos atende prontamente”, enfatizou.

Fonte: Cinform (Karla Katiusy)

Um comentário:

Anônimo disse...

MAIS UMA GESTORES USA CAIXA BENEFICENTE PARA FAZER CAMPNHA ANTECIPADA PARA VEREADOR, VEJA AI, NESSA MATERIA.

KD O MINISTERIO PUBLICO.