terça-feira, 1 de março de 2011

CAPITÃO SAMUEL DEFENDE POLÍCIA COMUNITÁRIA.

O deputado estadual Capitão Samuel (PSL), ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa na manhã de hoje, 1º de março, para falar sobre a Comunitarização das Ações de Polícia, uma estratégia que auxilia a segurança pública no Estado. O parlamentar disse que desde 1996, foi instalado no bairro América o primeiro Posto de Atendimento ao Cidadão, com união das polícias civil e militar o que garantiu a segurança da região.

“Estes profissionais uniram-se e inauguraram uma estratégia diferente de se relacionar com a sociedade, estabelecendo uma parceria de aproximação e diálogo com o cidadão, objetivando diminuir a distância existente entre a polícia e o povo”, esclareceu o deputado estadual. Esta estratégia de policiamento recebe os nomes de Polícia Comunitária, Polícia Cidadã e Polícia Interativa.

De acordo com o Capitão Samuel, esta estratégia é salutar para recuperar a auto-estima do cidadão da comunidade, que vivia na mira da violência, do tráfico de drogas e de outros crimes. O deputado estadual disse que após a instalação do policiamento comunitário, a paz voltou a predominar na região. Além do América, outros bairros também receberam as instalações de novos postos de atendimento ao cidadão.

Segundo o deputado Capitão Samuel, a interação com o cidadão deu novos contornos à forma de se fazer a polícia. “As reuniões nas comunidades traziam à tona embates de grande interesse social. Enfim, profissional de segurança e cidadão formavam uma parceria que projetava uma polícia aberta, humana e participativa”, lembrou.

Para finalizar, o Capitão Samuel frisou que a Polícia Comunitária completou 15 de funcionamento no último dia 28 e que depois de tantos anos firmou-se a filosofia de que o melhor cliente é o cidadão. “Desta forma, como policial militar, deputado e cidadão, quero ver a minha Instituição Militar se modernizando e se construindo passo a passo com a participação popular, foco na cidadania e respeito à dignidade da pessoa humana”, concluiu o deputado Capitão Samuel.

Fonte: Alese

Nenhum comentário: