quarta-feira, 2 de março de 2011

CAPITÃO SAMUEL DEFENDE POLÍCIA COMUNITÁRIA.

 Foto: Mônica Azevedo(ALESE)

O deputado estadual Capitão Samuel (PSL), ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa na manhã de hoje, 1º de março, para falar sobre a Comunitarização das Ações de Polícia, uma estratégia que auxilia a segurança pública no Estado. O parlamentar disse que desde 1996, foi instalado no bairro América o primeiro Posto de Atendimento ao Cidadão, com união das polícias civil e militar o que garantiu a segurança da região.

“Estes profissionais uniram-se e inauguraram uma estratégia diferente de se relacionar com a sociedade, estabelecendo uma parceria de aproximação e diálogo com o cidadão, objetivando diminuir a distância existente entre a polícia e o povo”, esclareceu o deputado estadual. Esta estratégia de policiamento recebe os nomes de Polícia Comunitária, Polícia Cidadã e Polícia Interativa.

De acordo com o Capitão Samuel, esta estratégia é salutar para recuperar a auto-estima do cidadão da comunidade, que vivia na mira da violência, do tráfico de drogas e de outros crimes. O deputado estadual disse que após a instalação do policiamento comunitário, a paz voltou a predominar na região. Além do América, outros bairros também receberam as instalações de novos postos de atendimento ao cidadão.

Segundo o deputado Capitão Samuel, a interação com o cidadão deu novos contornos à forma de se fazer a polícia. “As reuniões nas comunidades traziam à tona embates de grande interesse social. Enfim, profissional de segurança e cidadão formavam uma parceria que projetava uma polícia aberta, humana e participativa”, lembrou.

Para finalizar, o Capitão Samuel frisou que a Polícia Comunitária completou 15 de funcionamento no último dia 28 e que depois de tantos anos firmou-se a filosofia de que o melhor cliente é o cidadão. “Desta forma, como policial militar, deputado e cidadão, quero ver a minha Instituição Militar se modernizando e se construindo passo a passo com a participação popular, foco na cidadania e respeito à dignidade da pessoa humana”, concluiu o deputado Capitão Samuel.

Capitão Samuel destaca movimento em prol da PEC 300

O deputado estadual Capitão Samuel (PSL) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã de hoje (01), para destacar a mobilização pela aprovação da PEC 300, realizada ontem, em Salvador (BA). A medida prevê a criação de um piso salarial, cujo valor será definido por uma lei federal num prazo máximo de 180 dias após a publicação da PEC, e também de um fundo para subsidiar o aumento de despesas decorrente da aprovação da emenda.

“Ontem nós tivemos a oportunidade de participar em Salvador de mais um movimento em prol da PEC 300, que interessa aos militares, bombeiros militares, policiais civis e agentes penitenciários. Os professores lutaram e conseguiram seu piso. Nada mais justo que os policiais também consigam. O movimento de ontem foi realizado no circuito antigo, onde as pessoas brincam o carnaval, com mais de mil pessoas”, destacou Samuel.

Em seguida, o deputado enfatizou o apoio que a categoria vem tendo de vários parlamentares, com destaque para os deputados federais André Moura (PSC) e Mendonça Prado (DEM). “Esperamos uma decisão favorável neste sentido. O presidente da Câmara Federal, Marcos Maia (PT), se comprometeu e agora calou. Vamos fazer movimentos iguais ao de Salvador em todas as sedes da Copa do Mundo de 2014 e contamos com as presenças dos membros da Comissão de Segurança Pública até para conhecerem a luta”, convocou, defendendo a tese que não se pode falar em integração da Segurança Pública sem equidade salarial.

Fonte: Alese

Nenhum comentário: