terça-feira, 22 de março de 2011

CAPITÃO SAMUEL PEDE FIM DE SEGURANÇA PARTICULAR PARA AMEAÇADOS DE MORTE.

O deputado estadual Capital Samuel (PSL) defendeu hoje o fim de segurança particular, por meio de liberação de policial militar, para pessoas ameaçadas de morte. O deputado disse que a polícia é paga para prestar segurança à sociedade como um todo, e não apenas a um cidadão, seja ele quem for. “Policial militar é pra estar nas ruas prestando segurança a todos. Acho que a segurança pessoal deve ser feita por segurança particular e não por militares”, disse numa entrevista concedida aos jornalistas Paulo Sousa e Rosalvo Nogueira, no Jornal da Manhã da Jovem Pan, nesta terça-feira.

Samuel acrescentou que “isso vale pra qualquer pessoa, seja ela autoridade ou não. Polícia é pra servir o coletivo e não o individual”. Apesar de ser contra, respeita o regime atual, que permite a concessão de policial para dá segurança individual a pessoas que sofrem algum tipo de ameaça.

Numa rápida avaliação sobre a segurança pública nos três últimos governos (Albano, João e Déda), o deputado reprovou os governos Albano e João e concedeu nota 10 para o Governo Déda. “Eu daria uma nota 06 para o Governo Valadares, nota 09 para o Governo Déda, e nota 04 para o Governo João Alves e 03 para o Governo Albano. João e Albano estão reprovados. Por que eu daria 09 pra Deda? Realmente no governo Déda a luta foi grande, mas nós conseguimos avanços por causa da nossa união. Então o avanço que nós tivemos foi principalmente em razão da luta que foi muito grande, mas em um dado momento o governador cedeu. E aí é por isso que eu dou esta nota a ele”, explicou o deputado.

Capitão Samuel reconheceu os investimentos feitos na segurança pelo Governo Valadares e afirmou que o governador Marcelo Deda deu um “show em todos os outros governos”, em matéria de segurança pública.

Para Samuel o então governador e hoje senador Antônio Carlos Valadares “realmente tratou o policial de forma condizente salarialmente, e em investimentos. E ai estou preparando um estudo para daqui a uns 15 ou 20 dias apresentá-lo na Assembléia e à imprensa”. E justificou: “por isso eu estou falando dessa nota”.

O deputado fez um comparativo: “se você pegar os outros Governos em matéria não somente salarial, mas de investimentos na segurança pública, Déda deu um show em todo mundo, por isso que dou essa nota”.

Fonte: Faxaju com informações do Jornal da Manhã

Nenhum comentário: