sexta-feira, 25 de março de 2011

CASAL DE POLICIAIS É ASSASSINADO EM SALVADOR.

O sargento reformado da Polícia Militar Arginoel José da Silva Júnior, de 35 anos, e a soldado Sara Reis dos Santos, de 32, ex-mulher dele, foram assassinados na noite de quarta-feira dentro de um lava-rápido no bairro de Canabrava, nas proximidades do Estádio Barradão, em Salvador (BA), após uma perseguição. O filho do casal, de 9 anos, que estava no carro com os pais, não ficou ferido.

De acordo com a Delegacia de Homicídios, que investiga o caso, o carro no qual estava o casal foi perseguido por dois outros veículos, onde havia homens armados. Tentando conseguir ajuda, Sara, que dirigia o veículo, entrou no lava rápido, mas antes de ela sair do carro, foi atingida, junto com o ex-marido, por diversos tiros. Apenas no local do crime foram encontradas 37 cápsulas deflagradas, de armas como pistola ponto 40 e fuzil.

Silva Júnior morreu no local. Sara ainda chegou a ser levada ao Hospital São Rafael, localizado nas proximidades, mas não resistiu aos ferimentos. Não foram roubados objetos dos policiais e nenhum suspeito foi identificado até o momento.

Segundo o delegado Marcelo Tannus, a polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas, pela forma como o casal foi executado. De acordo com nota distribuída pelo comando da Polícia Militar, o sargento havia sido reformado em janeiro de 2008, pela Junta Médica da PM, por "problemas psiquiátricos". Ele respondia, na Justiça, por tráfico de drogas e homicídio. Sara e Silva Júnior foram sepultados na tarde desta quinta-feira, em Salvador.

Fonte: Agência Estado

Nenhum comentário: