quinta-feira, 17 de março de 2011

EM PÉSSIMO ESTADO DE CONSERVAÇÃO, PRÉDIO DA CPRv CORRE O RISCO DE DESABAR.


Policiais da Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv), estão enfrentando uma situação difícil, em termos de acomodação, onde deveria ser o quartel da unidade, devido a péssima condição em que se encontra o prédio.
A CPRv (Companhia de Polícia Rodoviária Estadual) que mereceu elogios e reconhecimento da imprensa e da sociedade pelo excelente trabalho desenvolvido durante o feriadão do carnaval, onde não foi registrada nenhuma morte no período, infelizmente não tem o devido reconhecimento por parte da Segurança Pública que não tem dado a devida atenção à companhia.
Esta semana, um policial da CPRv, revoltado com as condições do prédio e até mesmo com medo do que possa acontecer a qualquer momento, dado ao estado das paredes, tetos e instalação elétrica, resolveu pedir socorro. O PM fotografou as instalações e encaminhou as fotos para a Associação Beneficente dos Servidores Militares do Estado de Sergipe (ABSMSE).
Ao receber as fotos e as denuncias, os gestores da Caixa, sargentos Edgard Menezes e Jorge Vieira, disseram não entender como uma unidade da policia militar, “tão importante como a CPRv pode chegar a esse ponto, colocando em risco a vida de quem ali freqüenta. É preciso rever essa situação. Nossa policia não pode estar exposta a uma situação como essa, colocando em risco a propia vida”, disse Vieira.
Conforme e-mail recebido pelo blog da ABSMSE, onde foram anexadas fotos da sede da CPRv, o que se vê é um verdadeiro descaso das autoridades com a estrutura física da Unidade, onde podem ser comprovadas diversas infiltrações nas paredes, casas de cupins também nas paredes, fiações expostas nos telhados, peças de madeiras escoradas para não desabarem, ferragens de construção inacabadas e expostas, forro de gesso esconde um telhado velho e cheio de cupim, cadeiras com os forros rasgados pelo desgaste natural do uso.
 
Veja as condições em que se encontra o prédio da CPRv

Infiltrações nas paredes

Cupins também tomam conta das paredes da companhia


Vejam como a CPRv está tomada de cupins nas paredes

Mas infiltrações nas paredes da unidade

Peça de madeira prestes a desabar devido a ação dos cupins

Telhado com fiações expostas e a peça de madeira que está prestes a desabar, teve que ser escorada por outra peça de madeira

Construções inacabadas com ferragens expostas e os rebocos das paredes caindo


Fonte:  Faxaju (Munir Darrage)

2 comentários:

Site Capitão Samuel disse...

O deputado estadual capitão Samuel (PSL), juntamente com o senador Eduardo Amorim (PSC), se solidarizaram com o capitão Henrique e o seu filho o jovem Gabriel que felizmente já se encontra internado em um hospital na cidade de São Paulo. Capitão Samuel está acompanhando o caso de perto. O parlamentar ajudou no custo do transporte e outras dispensas essenciais para que o capitão Henrique e o seu filho permaneçam tranquilos em São Paulo. Continuem ajudando.

Assessoria Parlamenta (Chris Brota)

cb esperança disse...

Isto mostra o tipo de respeito e consideração que o governo junto com o comando tem por seus policiais principalmente se estes policiais forem militares.Esta companhia não tem comandante não é que peste ele tanto faz que não resolve estes problemas depois acham ruim e ficam com raivinha quando fala que oficial não serve pra nada a não ser para persseguir e punir subordinado.