domingo, 17 de abril de 2011

CABO DA PMSE REAGE A ASSALTO DENTRO DE ÔNIBUS E MORTE NA RODOVIA AL-101 NORTE.


Três acusados foram presos. Um passageiro ficou ferido

Uma quadrilha que assaltou um ônibus que fazia a linha Maceió/Maragogi, na noite deste sábado (16), na AL-101, próximo à cidade Japaratinga, Litoral Norte de Alagoas foi presa. Um cabo da Polícia Militar lotado no Estado de Sergipe, que viajava com a família, reagiu ao assalto e acabou sendo morto. Um passageiro ficou ferido. Três pessoas foram presas.

O delegado regional de Matriz do Camaragibe, Belmiro de Albuquerque Neto explicou que a quadrilha é do Sertão de Alagoas do município de Piranhas. O quarto integrante do grupo criminoso, identificado como Marcelo, conseguiu fugir do cerco policial.

“Quatro pessoas participaram desse assalto, duas mulheres e um homem foram presos após perseguição. Uma pessoa rendeu o motorista enquanto o restante do grupo fazia o cata nos passageiros, foi na hora que o cabo reagiu e morreu na troca de tiros”, explicou Belmiro.

Dois revólveres calibre 38 foram apreendidos. O cabo que reagiu trabalhava no batalhão de Aracajú, mas morava em Alagoas. Givanildo Pascoal da Silva viajava com a família, ao reagir acabou sendo baleado e morreu no piso do ônibus.

Os presos residiam no bairro periférico Fazendinha, na cidade de Piranhas e seguiam para a casa do foragido Marcelo que mora em Maragogi. Lucas Francieli do Nascimento, Rosilma do Nascimento e Tatiana Aleixo da Silva estão presos na delegacia regional de Matriz do Camaragibe.

Segundo o delegado existia no ônibus mais um sargento da Polícia Militar de Alagoas, mas ele não pode reagir porque estava desarmado. Um passageiro não identificado até o momento levou dois tiros e foi levado para o Hospital Geral do Estado, em Maceió. O corpo do cabo sergipano foi removido para o IML da capital.

Fonte:  Cada Minuto (Wadson Correia)

Nota:  O blog Notícias Militares lamenta a morte do Cb. Givanildo Pascoal da Silva, que foi abatido por marginais, o qual mesmo de folga, procurou defender a sociedade ao tentar impedir um assalto dentro de um ônibus.  Pedimos ao nosso Bom Deus que conforte os familiares e amigos para que possam superar a dor da perda.

5 comentários:

antonio disse...

Sou policial civil em alagoas e resido em aracaju, por diversas vezes viajei com pascoal um cara pacato e homem de bem, estou de plantão e quando vejo nos jornais on line a morte de um pai de familia que sacrificou a sua vida pela sociedade que muitas das vezes não reconhece o trabalho policial.

Anônimo disse...

POLICIAL QUANDO VIAJAR NÃO LEVE A ARMA NEM A IDENTIFICAÇÃO MILITAR, GERALMENTE UM ASSALTO A ONIBUS, NÃO VAI UM BANDIDO SÓ, DOIS OU MAIS, O QUE DEIXARA O POLICIAL EM DESVANTAGEM NUMERICA...

Anônimo disse...

O Nosso Amigo cabo Pascoal trabalhava no 2º Batalhão de Propriá e deixa saudades. Um homem íntegro e excelente profissional. Que DEUS o acolha e conforte sua família.

Anônimo disse...

Infelizmente episódios como esses ainda acontecem, nota-se que policiais mesmo de folga ainda não deixam de lado a sua árdua função de proteger a sociedade. QUE DEUS CONTINUE AO LADO DE DUA FAMÍLIA DANDO PROTEÇÃO, POIS VC EM VIDA FEZ COM MUITA DEDICAÇÃO E SUOR, VÁ EM PAZ COMPANHEIRO.
Todos os militares de Estância/SE

Tarcísio disse...

Infelizmente mais um policial morto por bandido,quando é que os Deputados vão tomar consciencia e alterar essa lei arcaica,deixando mais servera e protegendo os homens de bem desse Brasil sofrido, cada vez mais violento, até quando senhores deputados, pais de família vão ser sacrificados por omissão de vocês?