terça-feira, 26 de abril de 2011

DEPUTADOS ESTADUAIS, DENTRE ELES O CAPITÃO SAMUEL, OUVEM GESTORES DA SSP A RESPEITO DE ATENTADO CONTRA RADIALISTA.

O radialista Wilton Andrade sofreu o atentado em Itaporanga D'Ajuda em dezembro de 2010. Após o fato, a vítima foi até Brasília.

A Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembléia Legislativa de Sergipe, representada pelos deputados Venâncio Fonseca, Zé Franco, Maria Mendonça e Capitão Samuel, esteve na tarde desta terça-feira, 26, na Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) para ouvir como andam as investigações relativas ao caso do atentado sofrido pelo radialista Wilton Andrade em dezembro de 2010 no município de Itaporanga D’Ajuda.

Por motivos particulares o secretário João Eloy de Menezes não pode receber os parlamentares, determinando que o secretário adjunto João Batista conduzisse a reunião. Na oportunidade, Batista esclareceu que o trabalho policial está sendo presidido pelo delegado do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), André Baronto, que já foi delegado da cidade de Itaporanga. “Escalamos o delegado André Baronto por se tratar de um grande profissional e por conhecer bastante a cidade onde foi registrado o crime”, comentou.

Ainda segundo o adjunto, o secretário João Eloy determinou empenho da Polícia Civil no caso e para isso colocou à disposição todo o aparato técnico e de inteligência da Polícia Civil. “Como todo o crime, estamos envolvidos e determinados a chegarmos a elucidação desse caso. O secretário João Eloy colocou todo o staf da SSP à disposição para que os resultados positivos sejam alcançados”, destacou Batista.

Na oportunidade, os deputados ainda ouviram uma breve explanação do delegado André Baronto a respeito das investigações, preservando as informações confidenciais. “As investigações estão em curso e todas as medidas possíveis estão sendo tomadas para que possamos chegar ao autor ou autores do crime. Não podemos estabelecer prazos, pois nós investigadores não trabalhamos com datas. É importante que a vítima confie no nosso trabalho e possa colaborar ainda mais com as investigações”, salientou Baronto.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da AL, deputado Venâncio Fonseca, ficou satisfeito com as explicações fornecidas pelos representantes da SSP. “Fomos procurados pelo radialista Wilton Andrade para que a nossa comissão o ouvisse a respeito do ocorrido. Depois desse encontro convocamos a comissão para comparecermos à SSP para termos conhecimento de como anda as investigações. Hoje ouvimos as explanações e ficamos muito satisfeito com as informações. Temos que ter paciência, pois o trabalho policial não estabelece prazo”, comentou Venâncio.

A reunião contou, também, com a participação da superintendente da Polícia Civil, Katarina Feitoza, e da delegada Nalile Castro, responsável pela coleta do primeiro depoimento do radialista Wilton Andrade logo após o crime.

Atentado

O radialista Wilton Andrade sofreu o atentado em Itaporanga D'Ajuda em dezembro de 2010. Após o fato, a vítima foi até Brasília, onde permaneceu por três meses e retornou sob proteção da Força Nacional de Segurança. Andrade teve o carro incendiado dentro da residência onde vive com a família no dia 17 de dezembro.

Fonte: Jornal da Cidade

2 comentários:

O URSINHO BLAUBLAU disse...

E MENTIRA A REUNIÃO FOI OUTRA, NO DIA 27/04/2011, POR VOLTA DAS 16:00HS, OUVE UMA REUNIÃO COM O SECRETARIO DE SEGURANÇA PUBLICA, JUNTAMENTE COM O CAPITÃO SAMUEL E ALGUNS DEPUTADOS, AONDE OS MESMO FALARAM DA INSATISFASÃO DO ORDENADO DOS OFICIAIS E DOS DELEGADOOS, E MAIS AINDA SAMUEL DISSE AO DR: JOÃO ELOY, QUE QUANTO AOS DEMAIS PRAÇAS E AGENTE, AMBOS ESTVAM SATISFEITO COM O ORDENADO, O QUE O PREOCUPA AGORA SÃO OS OFICIAIS E DELGADOS.

O URSINHO BLAUBLAU disse...

VASOU EM SAMUEL, JUDAS.