segunda-feira, 25 de abril de 2011

HOJE, DIA 25, ENTREVISTA COM O DEPUTADO CAPITÃO SAMUEL NO PROGRAMA LIBERDADE SEM CENSURA.

"QUEM TEM PREPARO É O DELEGADO FERNANDINHO QUE PRECISOU DE UMA PSICÓLOGA DA DEFENSORIA PARA RESOLVER AQUELE CASO. POPULAÇÃO DO INTERIOR, PROCURE O PREPARO DOS DELEGADOS NO INTERIOR DURANTE A SEMANA SANTA".
(CAPITÃO SAMUEL)


Nota: Após tomar conhecimento das declarações feitas pelo delegado Fernando Melo, no programa Liberdade Sem Censura, o deputado estadual Capitão Samuel (PSL), que se encontra em Minas Gerais, entrou em contato com a produção do programa apresentado pelo radialista George Magalhães e agendou sua participação para o dia de hoje (25), para expressar o que pensa sobre as declarações feitas pelo delegado .

Fonte:  Assessoria Parlamentar (Chris Brota)

Confira abaixo matéria publicada no Fax Aju sobre as declarações feitas pelo delegado Fernando Mota:

COORDENADOR DAS DELEGACIAS DA CAPITAL DIZ QUE CAPITÃO SAMUEL NÃO TEM PREPARO

As declarações feitas pelo deputado estadual capitão Samuel Barreto (PSL), de que havia muitas autoridades no local onde José Elígio Tavares manteve como refém sua ex-mulher Cristelane Caetano Mota Santos, por mais de 30 horas, não agradou o delegado que coordenou a operação. Para Samuel, havia “muitos caciques e poucos índios”, disse o deputado afirmando que havia no local autoridades à procura de “holofotes”.

Essas declarações não agradou o Coordenador das Delegacias da Capital, delegado Fernando Melo, que esteve coordenando a equipe que negociou a libertação de Cristelene. O delegado disse que falta preparo para o capitão.

Na manha desta quarta-feira, o delegado Fernando Melo, contou em entrevista ao programa Liberdade sem Censura, que o trabalho realizado ontem, foi feito de modo planejado e obedecendo o que determina as normas para esses casos. Segundo o delegado, a policia esteve a todo momento o controle da situação. Fernando Melo explicou que cada policial que estava no local, tinha uma função. “Cada policial que estava ali, civil e militar, tinha uma função”, explicou o delegado.

Quanto as declarações de Samuel, Fernando Melo foi duro e disse que “Se ele tivesse participado de alguma situação como essa, ele não diria isso. Na verdade ele não tem preparo e disse bobagem”, disse Fernando.

O delegado Fernando Melo não quis polemizar as declarações feitas pelo deputado, porem explicou que, inclusive a operação esteve a todo tempo sobre controle. “Nós fizemos o que era preciso e quero aqui destacar o papel da psicóloga Juliana Passos Andrade, da Defensoria Publica que esteve diretamente com ele e que acabou com final feliz”, disse o delegado Fernando Melo.

Fonte: Fax Aju

4 comentários:

Anônimo disse...

Tanto delegado nesta operação e nenhum no interior do estado, isso é uma vergonha. Estou com o capitão Samuel!

Anônimo disse...

Delegados metidos a donos da Polícia, por favor, vão para o interior do Estado trabalhar,pois a população sofre com a inércia de vocês!

Anônimo disse...

soginvesINTERESSANTE O QUE NÓS TEMOS QUE VER E OUVIR. A POLÍCIA MILITAR É QUE CHEGOU AO LOCAL DA CRISE, ONDE FEZ A CONTENÇÃO DO LOCAL COM TODO APARATO POLICIAL MILITAR, ONDE TIVEMOS OFICIAIS OPERANDO A TODO O MOMENTO A CRISE, E OS BARNABÉS DE ATORES PRINCIPAIS PASSARAM PARA COADJUVANTES. DIGA DE PASSAGEM COMO SEMPRE.

Anônimo disse...

INTERESSANTE O QUE NÓS TEMOS QUE VER E OUVIR. A POLÍCIA MILITAR É QUE CHEGOU AO LOCAL DA CRISE, ONDE FEZ A CONTENÇÃO DO LOCAL COM TODO APARATO POLICIAL MILITAR, ONDE TIVEMOS OFICIAIS OPERANDO A TODO O MOMENTO A CRISE, E OS BARNABÉS DE ATORES PRINCIPAIS PASSARAM PARA COADJUVANTES. DIGA DE PASSAGEM COMO SEMPRE.(REPUBLICAÇÃO).