terça-feira, 19 de abril de 2011

SEQUESTRO: SAMUEL DIZ QUE HÁ ARTISTAS".

O deputado estadual capitão Samuel Barreto, contestou na manha desta terça-feira (19), a forma como vem sendo conduzida a negociação para libertar uma mulher que está presa em cárcere privado, provocado pelo ex-marido.

Cristielane Caetano Mota Santos, de 21 anos, continua mantida em cárcere privado pelo ex-marido José Elígio Tavares, de 24 anos, em sua residência situada na rua Tenente Wendel Quaranta, no bairro Suíssa. Desde as 9 horas desta segunda-feira (18), a polícia tenta finalizar a situação, sem sucesso.

Segundo declarações feitas pelo deputado capitão Samuel, em entrevista ao programa Liberdade sem Censura, na manha de hoje, “tem muita gente querendo se aparecer na Globo”. “Ontem eu fiquei pasmo com o aparato que foi montado para esse caso. A noite não tinha delegado na Terra Dura, mas em compensação, tinha dez delegados no local onde esta sendo praticado o seqüestro. Tem muita gente querendo se aparecer”, disse Samuel.

Para o deputado, há muitas autoridades no local e isso tem prejudicado o desfecho do caso, pois segundo ele, “Estão valorizando muito esse rapaz. O que é preciso, é ter cuidado com a vitima que esta la nas mãos de uma pessoa totalmente desequilibrada pelo amor”, disse Samuel, voltando a afirmar que o numero de delegados e policiais que se encontram no local, acaba por prejudicar o andamento das negociações.

Samuel disse que é preciso que saia alguns “artistas que querem aparecer na televisão” para que a policia possa agir.

Fonte: Faxaju (Munir Darrage)

Nenhum comentário: